Home » Profissões » Quanto ganha um engenheiro de software em varias partes do mundo

Quanto ganha um engenheiro de software em varias partes do mundo

Nos Estados Unidos o salario é mais alto, mas o custo de vida é uma variável a ter em conta nas contas a fazer. Para além das diferenças geográficas, há também grandes clivagens raciais no sector.

Um estudo recentemente publicado pela Hired mostra quanto ganha um engenheiro de software nos mais importantes pólos tecnológicos mundiais.

Com base em 280 mil entrevistas e ofertas de trabalho, fornecidas por mais de 5 mil empresas, a plataforma de recrutamento para profissionais da indústria digital chegou a valores médios para Londres, Paris, Singapura, Sidnei, Melbourne, Boston, Nova Iorque, Washington D.C., Austin, Denver, Chicago, Toronto, Seattle, San Francisco, Los Angeles e San Diego.

Salario Engenheiro de Software 1

 

Destas regiões, a que melhores salários apresentou foi a cidade norte-americana de São Francisco, onde se localiza o Sillicon Valley. Aqui o vencimento anual de um engenheiro de software chega aos 134 mil dólares, cerca de 125,4 mil euros.

Nos Estados Unidos, Seattle e Nova Iorque seguem logo atrás com uma média de 126 mil e 120 mil dólares, respetivamente.

A Hired nota, no entanto, que apesar do salário pago aos funcionários de Sillicon Valley, o custo de vida na cidade reduz drasticamente o valor real desta quantia. Se a análise for remetida para um comparativo com as despesas quotidianas, São Francisco abandona o primeiro lugar da tabela e surge num dos últimos. Neste caso, diz a empresa, os 110 mil dólares que recebe, em média, um engenheiro de software em Austin, no Texas, tem sensivelmente o mesmo valor real que os 134 mil recebidos em São Francisco.

Salario Engenheiro de Software 2

 

A realidade europeia, por sua vez, distancia-se destes valores. Das regiões estudadas no âmbito desta análise, Londres foi a cidade que revelou pagar melhor, com uma média salarial de 84 mil libras anuais, cerca de 98,5 mil euros. Paris fica-se pelos 93 mil euros.

Para além das diferenças geográficas, a Hired sublinha ainda que existe descriminação racial na definição de salários. Nos dados reunidos, é possível concluir que os software developers de descendência africana, com o mesmo nível de experiência dos seus colegas caucasianos, estão a pedir e a receber, em média, 115 mil dólares. Engenheiros caucasianos estão a pedir e a receber cerca de 125 mil.

Latinos e asiáticos auferem cerca de 120 e 122,5 mil dólares anuais.

O relatório pode ser lido, na íntegra, através deste link.

Total Views: 114 ,